• últimos vídeos •


21 de jun. de 2020

Como comecei com a fotografia?


Olá pessoal.
Bom, em alguma das postagens anteriores eu comentei com vocês de falar um pouco sobre as coisas que aconteceram comigo enquanto eu estive com o blog e o canal parados. Eu até fiz um vídeo no canal com 10 Fatos que aconteceram quando parei com o canal, inclusive vou deixar ele aqui nessa postagem se você ainda não assistiu. Mas eu resolvi vir aqui contar um pouco mais detalhado  algumas coisas, principalmente como comecei na fotografia, claro que não tão detalhado porque se não eu teria que escrever um livro né, mas de qualquer forma a história é grande, então se você quer leitura, bora lá...
Então, tudo começou lá em maio de 2018 quando eu decidi virar fotógrafa. Pra quem não sabe, eu comprei minha primeira câmera profissional por causa do meu canal, mas eu jamais imaginei ser fotógrafa com isso, pois o meu foco até então era somente com as unhas, então à uns 2 anos antes eu comprei minha primeira câmera profissional, pra dar uma turbinada no canal e também fazer umas fotos mais elaboradas das minhas unhas em fim né, pra quem tem canal ou instagram sabe do que eu estou falando, a gente sempre tenta buscar melhorar o conteúdo e a qualidade. Pois é, comprei minha primeira câmera, com o tempo fui entendendo melhor como tudo funcionava, comecei a aprender sozinha edições no Photoshop, eu já mexia um pouco no Photoshop antes da camera, mas nada de super edições, em fim, aí conforme eu fui entendendo como a camera funcionava eu decidi comprar a minha primeira lente, a famosa 50mm ou popularmente conhecida como "cinquentinha". Gente aquela compra foi algo que pra mim foi um super passo, pois com a qualidade que eu ganhei nas fotos, saindo da lente do kit e ganhando um desfoque maravilhoso nas fotos, o que deixava somente o assunto principal em foco, isso pra mim foi extraordinário, ali pra mim eu já tava me sentindo uma fotógrafa haha, mas mesmo assim meu foco mesmo era só o canal e o blog, e as unhas que eu fazia claro.
Aí como eu tinha um equipamento rasoávelmente bom, eu era a "fotógrafa" da família, todas as fotos que agente fazia em festas em casa era tudo eu que fotografava, aí eu comecei a achar interessante isso, mas sempre a mesma história, nunca pensando em fotografar profissionalemente, mas eu tava achando legal aquela "brincadeira", aí fui fazer umas fotos da minha sobrinha, ela é super linda, e sempre amou ser fotografada, inclusive ela tem perfil pra modelo mesmo, e nós sempre fomos muito próximas, sempre tivemos uma relação mais que tia e sobrinha, eramos praticamente irmãs (ainda somos tá, mas como ela não mora mais na mesma cidade que eu, nós temos menos contato, mas sempre que dá agente se encontra, inclusive pra fazer fotos haha), e comecei a fazer essas fotos mais elaboradas dela, tipo um ensaio mesmo, aí editava as fotos e tudo mais, e ela postava nas redes sociais dela, e gente, sempre que ela postava fazia o maior sucesso, o pessoal ia pedir pra ela quem fazia as fotos, algumas pessoas pediam pra mim, porque ela postava e me marcava, em fim, só que que eu não era fotógrafa, e ainda nem pensava em ser, ou seja, já vieram muitas pessoas pedirem pra eu fotografar eu eu falei que "-Não, porque eu não era profissional, porque eu só fazia fotos caseiras e tal"... Em fim, perdi muito trabalho por conta de pensar assim, mas eu ainda me entendo, de o por quê que eu fazia isso, fotografar não era meu foco, eu queria só crescer com o canal e fazer unhas. E fui levando assim.
Até que... Em maio de 2018 eu estava super apertada com dívidas, agente estava se afundando sem perceber, fora as dívidas que agente tinha, parecia que acontecia mais e mais coisas pra surgir dívidas entendem, acho que todo mundo já deve ter passado por esse tipo de situação, e só as unhas que eu fazia e o trabalho do meu marido não estava dando conta de ajudar a pagar tudo, e eu buscava uma solução, porque eu já estava ficando desesperada, aí eu pensei muito numa solução, o que eu podia fazer, eu não queria fazer empréstimos eu iria me afundar mais ainda.
Nesse momento eu pensei:
"-Eu to aqui precisando de dinheiro, e recusando trabalhos de ensaios de fotos. Porque não, ser fotógrafa."
Aí sim, veio a minha primeira idéia de ser fotógrafa, (Apesar de muita gente já ter me incentivado antes, mas eu nem cogitava isso), acredito que foi um click que Deus me deu.
Mas ao mesmo tempo eu pensei: - Será?, será que é uma boa idéia, afinal, fotografar por hobbie é uma coisa, profissionalmente é outra... Mas só vou saber tentando.
Aí fui falar com meu marido, pois tudo que faço sempre peço a opinião dele, pois a gente é muito amigos além de parceiros. E ele como sempre, me apoiou na minha decisão, sempre do meu lado, me apoiando, dando força, incentivo.
Aí ok, mas além dele eu fui buscar mais duas opiniões do meu Pai e minha Mãe.
Os dois super apoiaram, meu Pai sempre me dizia que, você só vai saber se vai dar certo se você tentar.
Pronto então. Vou ser fotógrafa, seja o que Deus quiser.
Comecei a criar uma página, um instagram pra divulgar meu trabalho, publicando as fotos que tinha feito da família e amigos, aí na primeira semana já surgiu meu primeiro trabalho como fotógrafa, uma menininha de 1 aninho (que não vou entrar em detalhes porque vamos passar muito tempo aqui haha), mas posso dizer que estava realizada.
E a partir desse foi surgindo mais e mais trabalhos, e eu estava ciente de que eu ia conciliar tudo, fotografia+ Unhas das clientes+ Canal+ Blog + cuidar da casa...
Até então ok, os trabalhos estavam aumentando, eu estava me dedicando ao máximo, até que em junho de 2018 eu perdi meu pai, não vou entrar em detalhes porque eu ainda não me sinto forte pra falar sobre isso, mas posso dizer que meu mundo caiu, minha mãe tinha ficado doente e eu me dediquei à ela, com tudo isso eu fiquei uns meses sem trabalhar, inclusive foi aí que comecei a deixar o canal e o blog de lado.
Passaram-se uns meses, eu já estava atendendo as minhas clientes de unhas e também fazendo alguns ensaios, mas o canal ficou meio de lado, aí eu comecei a perceber o quanto eu estava sobrecarregada, mas ainda fiz alguns vídeos, porém as fotos continuaram aumentando, e eu estava me dedicando cada vez mais na fotografia, porque realmente eu descobri um amor pela fotografia que eu nem sabia que eu tinha, e o que me deixava mais deslumbrada ainda, era o reconhecimento que eu já estava tendo com as fotos.
Decidi me dedicar mais nas fotos, diminui o fluxo com as unhas, o canal eu não estava mais conseguindo tempo pra criar conteúdo, gravar e editar, comecei a fazer cursos pra me aperfeiçoar, e também comecei a investir o dinheiro que eu estava ganhando, em mais equipamentos, pois eu sempre gostei de trazer qualidade para o que  eu faço.
Comprei minhas iluminações, meu suporte para fundos, tecidos, acessórios para fotos em estúdio, comprei minha primeira câmera full frame pra trazer fotos ainda melhores, e também duas lentes, que foi um dos meus maiores investimentos, que foi a 70-200 F2.8L iii da Canon e a 24-70 F2.8 ii da Canon para eventos.
E com tudo isso eu vi que teria que escolher entre a fotografia e as unhas, pois eu não ia dar conta de tudo. Foi aí que decidi encerrar minha profissão como manicure, não porque eu deixei de gostar, mas porque eu conheci outra profissão que me dava ainda mais prazer.
Mas e o Canal? e o blog?
Eu não queria abandonar, mas eu ainda estava em um período de mudanças muito grande na minha vida.
Imaginem eu trabalhei com unhas por quase 11 anos, foi uma mudança e tanto na minha vida, então eu decidi dar uma pausa no canal e no blog, literalmente, até quando eu me sentisse estabilizada com o que eu estava fazendo, em questão de estudo, de investimentos e renda. Parei com o canal/Blog, mas sabia que não seria pra sempre, que um dia eu voltaria, mas também não sabia quando, se iria demorar muito ou não, e pois é, demoraram pouco mais de 1 ano e meio, sem postar um vídeo se quer no canal  ou aqui no blog.
Mas eu não me sentia triste, pois eu tava fazendo o que eu amava, mas me sentia incompleta.
Em fim que ao longo do tempo eu fiz muitas coisas que eu não imaginava fazer, como, cortar minhas unhas, colocar piercings, deixar minhas unhas redondas, em fim várias coisinhas que vou deixar no vídeo que eu gravei contando os fatos.
Nesse meio tempo meu canal foi Hackeado, quase pirei, pois eu sabia que eu iria voltar com o canal, mas mesmo que eu não voltasse eu não queria perder toda a história que construí com o canal até ali.
Mas graças a Deus eu recuperei ele sem nenhum vídeo ser apagado.
Em fim, esse ano eu me senti preparada pra voltar com tudo, claro que, com consciência, tentando um vídeo por semana, quero trazer conteúdos diferentes além das unhas, mas sem deixar de trazer as unhas né, porque agora é meu hobbie.
Aí vocês me perguntam:
-Ah Nill, mas então você já está totalmente realizada e estabilizada com a fotografia?
-Sim e Não.
Posso dizer que sim, porque eu consegui investi nas principais coisas que eu queria, fiz cursos extraordinários com fotógrafos famosos, reconstruí minha identidade de Nill das Unhas para Nill das Fotos (Mas sem deixar esquecer a Nill das Unhas claro), criei meu site de fotografia (inclusive convido a vocês a conhecerem: www.nillartfotografia.com lá tem meu portfólio, tem um blog com artigos de vários trabalhos e dicas, em fim vai lá e confere tudo ;)), e estou crescendo cada vez mais nas minhas redes sociais e sendo reconhecida pelo meu trabalho como fotógrafa.
E não porque eu acho que nunca estarei satisfeita, eu busco sempre melhorar meu trabalho, então eu vou sempre continuar investindo, tanto em conhecimento como em equipamento, porque o mundo tá sempre evoluindo, e agente tem que evoluir junto.
Mas se eu pensasse só no que eu ainda vou investir eu não teria voltado com o canal, porque como falei, sempre vou estar em busca de novidades.
Mas como eu já me sinto segura com o que eu faço eu decidi voltar a criar conteúdo pra vocês.
E posso dizer que estou muito feliz em ter voltado.
Vou deixar aqui a baixo o vídeo com as outras coisas que eu fiz nesse período pra não prolongar mais ainda esse post haha:


E cá estamos nós, 
A vida nem sempre é fácil, agente tem que evoluir sempre, como profissional SIM, mas mais ainda como pessoa, coisas ruins sempre vão acontecer ao longo da nossa jornada por aqui, mas cabe a nós levantar, seguir em frente e melhorar, aprender com as coisas ruins que acontecem, e claro não ter medo de tentar o novo, a final "você só vai saber se vai dar certo se você tentar."
E se der errado, você tentou, e agora você sabe disso, então você vai tentar outra coisa até dar certo.

Bom essa foi um pouquinho da minha história, se você leu até aqui, ou você ama ler, ou você gosta de mim, ou é apenas um curioso (a) haha, mas eu agradeço muito por ter me acompanhado até aqui.
Desejo a você tudo de melhor, e que Deus possa abençoar grandemente sua vida.
Beijinhos e até mais ;)

Vou deixar aqui em baixo alguns trabalhos meus, mas se você quer ver mais pode ir no meu site ou nas minhas redes sociais de fotografia:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você comenta. Isso me ajuda a melhorar meu trabalho...

NILL ART
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL